quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Me troquei por ti

Eu querendo enraizar ao teu lado
e você deságua longe.
Eu, digo terra
você, diz água.
Simplesmente complexo,
este é o nosso reflexo.

E é em meio a este não sei o quê,
por que
nem quando ou onde
que deixo de ser barragem
e assisto o teu deságue.

O que me cabe
é juntar os pedaços de mim
que esqueci por aí...

E fazer as pazes
com o sol
com a lua
com o mar
com a bicicleta enferrujada
com todas as partes de mim que estão abandonadas.

Um comentário:

Ana Paula disse...

Vc é FODA minha flor

AMO TAAAANTO

Beijos Nana